Arquivo da categoria: Textos

PseudoArte filosofa: Por onde andará o Ponto Final?

Você, leitor da internet com alguma quilometragem certamente já percebeu este estranho fenômeno que ninguém sabe ao certo quando começou mas que torna-se maior e mais gritante a cada dia que passa, estou falando de, nada mais, nada menos, que o desaparecimento do ponto final, sim ele mesmo, o mais humilde soldado da tipografia, o unsung hero da escrevinhação hodierna, o discreto porém firme, o glifo incisivo que ajuda a vocês leitors, e a nós escritores, a organizar as ideias, a dividir o pensamento em segmentos lógicos, além, é claro, de garantir aquela pausa onde o coitado escolhido para ler em voz alta possa respirar, mas não, esses dias de glória terminaram, como você pode ver aqui e agora, neste exato momento, o ponto final está morto, o ponto final tornou-se irrelevante e dispensável, o ponto final é apenas uma relíquia analógica e anacrônica dentro da nova ordem das redes sociais movidas a telas touch e meme generators, porque o presente é rápido, o presente é ágil e esquizofrênico, ninguém mais pode se dar ao luxo da pausa, ninguém mais pode ter a satisfação do respiro, do descanso, não há mais tempo para racionalizar e refletir, é preciso dizer e dizer rápido, nada de volteios ou trabalhos inúteis, e neste contexto o ponto final torna-se um pária, um lembrete inconveniente de que um dia já se usou o cérebro antes de meter os dedos no teclado, um lembrete de que um dia já acreditou-se que o ato de escrever deveria necessariamente fazer sentido. vejam, finalmente temos um ponto final aqui!

 

Você coitado, que leu todo o parágrafo(?) acima sem perder o fôlego, parabéns! Mas infelizmente o proplema do ponto é apenas a ponta (sic) do iceberg que está afundando nosso Titanic redacional. Que dizer dos parágrafos inexistentes? Das virgulas perdidas e abandonadas à própria sorte? Quem serão os próximos a entrar na lista do ostracismo? Os espaços entre palavras? Ou iremos economizar caracteres (e o pacote de dados do 3G) abolindo o rr e o ss da nossa grafia? É amigos, o futuro chegou e o céu é o limite.

 

O problema é que, nesse caso, o céu fica para baixo.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Textos

PseudoArte Ajuda – Entendendo a Psicanálise

Ilustra Psicanalise

Mais de um século já se passou e as ideias do maluco-beleza Sigmund Freud (ou Freudão, para os íntimos) continuam um grande mistério para as pessoas do populacho em geral. Pensando nisso, PseudoArte decidiu organizar este guia super prático com os principais termos e conceitos da Psicanálise. Tudo explicado em linguagem simples e direta. Sim, dessa vez até mesmo VOCÊ vai entender! Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Artes (ou não), Textos

Nadismo – Uma filosofia para o século XXI

Nadismo

Em tempos bicudos e incertos, tais quais os atuais, onde impera a obsolescência planejada das idéias, uma ponta de esperança brilha ao final do túnel – O Nadismo.

Mas, o que é o Nadismo? Qual a sua origem? Seus pressupostos? Seus objetivos?

No breve artigo que se segue, você, nobre leitor, entrará em contato profundo com esta milenar escola do pensamento (ou da ausência dele) e entenderá porquê, dentre toda a panaceia de crenças, filosofias e mitos da contemporaneidade, somente o Nadismo possui as qualidades necessárias para conduzir a humanidade em direção a um futuro glorioso e próspero. Continuar lendo

3 Comentários

Arquivado em Artes (ou não), Textos

Pílulas da Sabedoria com Oliver

pilulas da sabedoria com oliver

A pior coisa com relação ao desanimo dominical, é ter que conviver com o ânimo dominical alheio.

A vida é como um Kinder Ovo: dura pouco, vem cheia de surpresas e custa caro prakaráleo!

A vida sem livros é como um show do Luan Santana em Nova York: só 20% de aproveitamento.

O pior burro é aquele que não entende que é dele que estamos falando.

Sigam-me os bons! Porque os Maus, os chato e os idiotas sempre teimam em vir junto mesmo…

Dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no espaço, e maior prova disso é o meu quarto. É tanta bagunça que não tem mais lugar pra mim!

1 comentário

Arquivado em Artes (ou não), Oliver, Pílulas da Sabedoria com Oliver, Textos

Pílulas da Sabedoria com Oliver – Edição Ressaca Moral

pilulas da sabedoria com oliver Garçom. Uma dose de fel , com gelo e limão, por favor. Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Artes (ou não), Oliver, Pílulas da Sabedoria com Oliver, Textos