Supervergonhalheia, ATIVAR!

Às vésperas do evento mais aguardado dos últimos dois milênios, o Fim do Mundo de 2012, não param de pipocar bizarrices nos quatro cantos do planeta. A mais chocante de todas é a nova onda mundial dos super-heróis. E não pensem vocês que trata-se de mais filmes ou lançamentos no mundo dos quadrinhos. Não, não! Estamos falando, meus caros, de “heróis” de carne e osso!
E nenhum cérebro, aparentemente.

A atual epidemia heroica, já batizada por alguns especialistas de “Síndrome de Kick-Ass”, em alusão ao recente blockbuster de hollywood, é um intrigante evento que vem sendo cuidadosamente estudado e documentado. Quem assistiu ao citado filme (e pelo visto muita gente por aí andou vendo isso, não?) sabe exatamente do que estamos falando.
O primeiro caso registrado foi em Seattle, nos EUA. A cidade que foi o berço da onda grunge nos anos 90, responsável por vestir meio mundo com blusões de flanela e calças rasgadas, volta agora ao top da moda internacional. Desta vez, porém, a coleção segue tendências mais arrojadas, trazendo roupas coloridas (e à prova de balas), luvas, mascaras e frascos de spray de pimenta.
Phoenix Jones é o nome adotado pelo “líder” deste movimento. O jovem Phoenix, como todo super-herói que se leva a sério* caprichou num super traje preto e dourado, uma máscara ameaçadora e até um QG SECRETO! Depois de varias aventuras ao lado de seus companheiros do  “Rain City Superhero Movement”, o audacioso Phoenix acabou indo parar no xilindró. Pagou uma salgada multa, teve sua identidade revelada e ainda perdeu o emprego.
Agora sabemos que Phoenix Jones é, na verdade, Benjamin John Francis Fodor, 23 anos, lutador de MMA (Mixed Martial Arts) e atualmente ex-funcionário do Departamento de Serviço Social e de Saúde.
Ok, bizarro. Mas em defesa do Sr. Fodor/Phoenix podemos pelo menos dizer que ele tem uma certa “bala na agulha” caso precise sair no braço com algum bandido violento durante a madrugada.
Agora… O que  dizer a respeito DISSO???
E não pára por aí! A febre anda tomando conta de várias cidades ao redor do mundo.  Vejam mais AQUI, AQUI e AQUI.  Até mesmo nossos hermanos em Buenos Aires já descolaram o seu próprio defensor mascarado!
Fico imaginado o que aconteceria se essa onda pegasse aqui no Rio de Janeiro. Provavelmente teríamos ter muitos “super’s” sendo assaltados por pivetes, achacados pela “puliça” ou estrelando capas de periódicos de baixo custo sob acusações de haverem engravidado alguma “mulher vegetal”. Não, não. Definitivamente não! Nosso querido BR, terra de encantos mil, não possui estrutura para eventos deste porte.
Heroísmo por aqui é conseguir levantar da cama todo dia de manhã.

*Se ele mesmo não fizer isso… QUEM VAI FAZER???

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Artes (ou não), Textos

4 Respostas para “Supervergonhalheia, ATIVAR!

  1. Vc e Rafael poderiam produzir um filme sobre os heróis modernos..

  2. Modernos? Eu achei bregão! rsrsrs
    Mas pelo menos nenhum deles resolveu colocar a cueca por cima da calça!

  3. Altamir Grecco

    A tal da Nyx é gatinha!!

  4. Cara! Este é o primeiro comentário do blog feito por alguém que EU NÃO CONHEÇO!
    Será que a fama e sucesso finalmente estão sorrindo para mim? huahuahuahua

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s